31 de outubro de 2011

Folha de São Paulo diz que prefeitura de Pendências está inchada de dinheiro e cidade não melhora

A Prefeitura de Pendências está na relação dos municípios brasileiros que estão com os cofres inchados pela arrecadação de royalties do petróleo, mas não conseguem melhorar seus indicadores sociais, mas gastam dinheiro público até em obras faraônicas, segundo levantamento feito pela Folha nas 20 cidades mais dependentes dos royalties.
De acordo com a reportagem da Folha edição de hoje, foram encontradas investigações por suspeita de irregularidades das receitas ou mau uso desses recursos. A cidade potiguar é citada como uma das que respondem inquérito no Ministério Público.
A Folha, o prefeito Ivan Padilha (PMDB) disse que há um projeto para construir uma estátua de 70 metros de São João Batista, padroeiro da cidade, e um complexo turístico para receber romeiros e ecoturistas.
O prefeito afirmou que, antes de fazer a obra, está usando o dinheiro do petróleo para “colocar em dia” as necessidades do município. Sobre os dois inquéritos do Ministério Público Estadual para apurar o mau uso do dinheiro, o prefeito negou qualquer irregularidade.
O levantamento apontou que as escolas municipais de 12 das 20 cidades tiveram nota abaixo das médias estaduais no último Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), em 2009.
Com informações da Folha de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário