28 de setembro de 2012

Justiça determina devolução de salários cortados de grevistas do ITEP

Após o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte considerar ilegal a greve de servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia e determinar multa de R$ 50 mil, por cada dia sem trabalhar, o juiz convocado decidiu suspender a multa contra o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol) e transferi-la ao Governo do RN. A informação foi confirmada pelo presidente do sindicato Djair Oliveira na tarde desta sexta-feira (28).

Segundo Djair Oliveira, o juiz aplicou a multa ao governo por ter cortado o ponto dos servidores e determinou a devolução dos salários em até cinco dias. Caso a decisão não se cumprida, o governo deverá pagar uma multa de R$ 1 mil por cada servidor que teve o salário cortado.

Ainda de acordo com o presidente do Sinpol, se até o dia 05 não houver avanço nas negociações, será realizada uma assembleia e a categoria pode parar 100% dos serviços, inclusive o flagrante delito e o recolhimento de cadáver.
 
Fonte: DN

Nenhum comentário:

Postar um comentário