28 de setembro de 2012

Mãe que teve bebê roubado da barriga ficará na UTI por pelo menos 10 dias

A mulher que teve a filha roubada de dentro da barriga ficará internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital João Lúcio, zona leste de Manaus (AM), por pelo menos mais dez dias. De acordo com o médico Décius Gama, ela ainda corre o risco de pegar uma infecção, apesar do quadro de saúde ser considerado estável.

A criança estava para nascer, quando a mãe, Odete Barreto, de 22 anos, foi raptada por Daiana dos Santos, de 21 anos. A vítima foi atingida com uma tábua na cabeça e desmaiou. Com uma lâmina de barbear, Daiana abriu a barriga da gestante e retirou o bebê.

Segundo o delegado Adriano Félix, a suspeita vai ser indiciada por tentativa de homicídio.
— A partir do momento que o médico informou que ela não estava grávida e sim com um mioma, ela ficou apavorada e queria um filho, tendo em vista que estava com medo do marido largá-la por não estar grávida.
A suspeita está em uma cela especial isolada das outras presas na Cadeia Feminina Complexo Penitenciário Anísio Jobim. Além da situação psicológica, ela sofre ameaças das outras detentas.

O caso 
A vizinha, que todos achavam que estava grávida, recusava-se a entregar o bebê que dizia ser dela. No entanto, a verdadeira mãe da criança foi encontrada dentro da casa. Odete estava ferida, embaixo de uma caixa e foi levada em estado grave para o hospital. 

Segundo a polícia, a suspeita tentou roubar a criança logo após descobrir que não estava grávida, como imaginava. Para atrair a gestante até a casa, a mulher, que fez o parto à força, prometeu dar roupas ao bebê.


Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário