9 de dezembro de 2013

Jogo marcado pela violência dá vaga ao Furacão e rebaixa o Vasco


briga vasco
GAZETA ESPORTIVA –
Em um dos capítulos mais lamentáveis dos últimos anos no futebol brasileiro, a partida entre Atlético Paranaense e Vasco da Gama, válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2013, na Arena Joinville, foi tragicamente marcada pela violência. A expressiva vitória atleticana, por 5 a 1, que garantiu a vaga na Libertadores da America e confirmou o rebaixamento do adversário para a Série B, ficou manchada mais por suas cenas de selvageria do que por sua importância na competição.
O Furacão vencia por 1 a 0 dentro das quatro linhas, mas fora delas o esporte foi deixado de lado para uma verdadeira batalha campal a partir dos 14 minutos, com direito a helicóptero pousando no gramado para atendimento de feridos. Após mais de uma hora de paralisação e muita pressão, a bola voltou a rolar. Ainda no primeiro tempo, Edmílson, no susto, empatou aos 40 minutos. Quatro minutos depois, Ederson fez seu 19º gol no Brasileirão.
Depois do intervalo, Paulo Baier, que participou de três gols, lançou Ederson, que teve calma para servir Marcelo, que dominou e com categoria chutou para fazer o terceiro, aos 18 minutos. Aos 36 minutos e aos 40 minutos, Ederson fechou a contagem, garantindo a terceira colocação, com 64 pontos e o 20º gol na artilharia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário