5 de janeiro de 2014

Agricultor executado em Umarizal não é cerro-coraense é natural de São Tomé


João Maria Martins da Silva, 46 anos de idade, natural da cidade de São Tomé e residente na Rua Almanaque Dias, no centro de Umarizal, foi executado, quando chegava para trabalhar do Sitio Campos, zona rural do município.

João Maria chegava ao local de motocicleta em companhia de um irmão e foi surpreendido por dois indivíduos encapuzados que saíram de dentro de um matagal, em frente ao portal principal da fazenda. João foi alvejado com vários disparos de arma de fogo de três calibres diferentes. Seu irmão conseguiu fugir sem ser atingido pelos disparos.

A policia encontrou capsulas de fuzil, Pistola 380 e cartuchos de escopeta calibre 12, deflagrados. Os disparos atingiram toda região abdominal e torácica da vitima, que morreu no local. Os acusados utilizando vegetação verde montaram uma tocaia no local para não serem vistos durante a chegada da vitima

Segundo informações da policia local, João Maria é acusado de matar uma pessoa conhecida como “Galego de Branco” e participar de outros crimes contra membros da família Suassuna na região, mas não pode afirmar se sua morte esta relacionada com os crimes.

Após os procedimentos no local realizados pela equipe do Instituto Técnico e Cientifico de Policia, ITEP, o corpo de João Maria Martins da Silva foi removido e será necropsiado na sede do órgão em Mossoró.



Fonte: O câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário