8 de março de 2015

Inflação no Brasil vai na contramão da queda de preços no mundo

juros
O Brasil está na contramão do mundo. A inflação anual de 7,7% está bem distante dos números que surgem na Europa, nos Estados Unidos, no Japão e até mesmo na China. O novo temor econômico mundial é a deflação, queda média de preços. Para quem vive num país que já teve inflação de 5.000% ao ano, a notícia parece até boa, mas nem sempre é.
Segundo O Globo, a zona do euro fechou 2014 com deflação de 0,2%. Em 16 países da União Europeia, as taxas foram negativas. A inflação mais alta foi de 1%. O petróleo em baixa mexe com os índices de preços de todos esses países, mas o fenômeno tem razões específicas em cada lugar do planeta. Enquanto na Europa e no Japão a queda dos preços está intimamente ligada à estagnação econômica, nos Estados Unidos é puxada pelo petróleo em baixa e pelos salários congelados por um mercado de trabalho ainda em recuperação frágil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário