5 de maio de 2015

Estudante morto foi filmado entrando em motel antes de desaparecer no RN

maximoG1G1/RN A Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) confirmou, por meio da filmagem de uma câmera, que o universitário Máximo Augusto de Araújo, de 23 anos, esteve em um motel acompanhado do principal suspeito de sua morte. Visto pela última vez na madrugada da última sexta-feira (1), o estudante foi encontrado morto no início da tarde deste domingo (3) na zona rural de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.
O suspeito do crime estava no banco do passageiro, no entanto, Fábio Rogério informou ao G1 que não foi possível identificar o homem. O delegado acrescenta que o estudante passou 24 minutos no motel, entre as 5h35 e 5h59. Máximo Augusto dirigia o carro tanto na entrada quanto na saída do local. A polícia ainda procura o veículo do estudante, um Palio branco de placas OWC-8357.
A Dehom ainda não tem uma linha de investigação definida. “Vamos ouvir a família e saber quem era a vítima. Tentar descobrir que tipo de relação ele tinha com o homem que estava no caso. Se o encontro foi casual, se foi marcado. A partir daí vamos eliminando as possibilidades e chegamos a uma linha”, destaca Fábio Rogério.
A equipe da delegacia também foi até a boate Vogue, onde o estudante foi visto pela última vez, no bairro Candelária, na Zona Sul de Natal. De acordo com informações da família, Máximo entrou em seu carro acompanhado de um homem que segurava um capacete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário