4 de setembro de 2015

Vasco iguala marca negativa do Íbis e, mesmo assim, “Pior time do mundo” fica melhor que cruzmaltino

Separados pelas glórias de grandes conquistas, visibilidade no cenário nacional, estrutura física, poder aquisitivo e número de torcedores, Íbis e Vasco estão bem distantes de ser comparados. Além disso, há uma disparidade entre os níveis das competições que disputam, com o Gigante da Colina jogando a Série A do Brasileirão e Copa do Brasil, enquanto o Pássaro Negro disputa a Segunda Divisão do Campeonato Pernambucano.

Outro fato que separa os clubes são as cores de ambos, já que o time pernambucano é rubro-negro, cores do Flamengo, maior rival do Cruzmaltino. Mas em meio a todas essas diferenças, há algo em comum entre as equipes: o elevado número de gols sofridos. Comparando com os últimos três jogos disputados de cada um, em seus respectivos campeonatos, ambos já viram suas redes serem balançadas por 10 vezes. Outra semelhança nesse curto período de tempo é que cada um sofreu uma goleada – Íbis 1 x 8 Olinda e Internacional 6 x 0 Vasco.

vascosSe esses resultados são ruins para o Vasco, os tropeços do Íbis são uma espécie de “orgulho” para o clube, que leva consigo o título de “Pior Time do Mundo”, conquistado no fim da década de 1970, quando a equipe passou nove jogos consecutivos perdendo, além de uma sequência de 23 sem vitórias. Tudo isso totalizou um período de três anos e onze meses sem vencer, marca que chegou a ser registrada no Guinness Book (livro dos recordes).

Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário