6 de setembro de 2016

Eleições 2016: município da região do Alto Oeste do RN terá todos os candidatos eleitos

O pequeno município de Lucrécia, na região do Alto Oeste potiguar, está vivendo uma campanha eleitoral sem a menor graça.
Não tem disputa, não tem propaganda, não tem debate.
O motivo: Existe apenas uma chapa registrada à Prefeitura, encabeçada pela professora Conceição Duarte (DEM). E nove candidatos para as nove vagas na Câmara Municipal.
A política de Lucrécia é comandada há décadas pela família Araújo, do líder Vágner Gutemberg de Araújo, que já foi prefeito três vezes, secretário de Estado nas gestões de Vivaldo Costa e Wilma de Faria, além de candidato a vice-governador nas eleições 2010.
Atualmente o município é governador por uma irmão seu, prefeito Walter Araújo (PSB), que nega ter havido acordo para evitar disputa em Lucrécia. Segundo ele, houve um entendimento para chapa única à Prefeitura, mas em relação à Câmara o que aconteceu mesmo foi a falta de interesse devido o descrédito da população com a política.
Portanto, se nenhum candidato desistir ou morrer até o dia 2 de outubro, todos serão eleitos, com detalhe: não existe suplente.

Segurança do RN ganha novos veículos, armas e coletes

O Rio Grande do Norte ganhou mais um reforço para a segurança pública do Estado. Na manhã desta terça-feira (6), o governador Robinson Faria fez a entrega de 15 veículos, 48 armas tipo carabina calibre 556 e 3.500 coletes balísticos para as Policias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros. Os equipamentos foram repassados pelo Ministério da Justiça através do Termo de Cooperação Federativa n° 21/2012 com o Governo do RN.

Robinson Faria destacou que os equipamentos vão reforçar o trabalho já realizado pelas polícias do Estado. “A segurança pública é o maior clamor da população e estamos investindo para oferecer mais estrutura e condições de trabalho para nossos profissionais. Policiais equipados e com frota renovada significa melhores resultados e mais segurança para a sociedade. Com a integração de nossas forças policiais, continuaremos nossa luta contra a violência e vamos vencer no combate ao crime”, ressaltou o chefe do Executivo Estadual.

Do total de veículos, 11 serão para a Polícia Militar; dois para a Polícia Civil e os outros dois para o Corpo de Bombeiros. Os carros serão empregados em Natal e Região Metropolitana, realizando operações de saturação nas principais manchas criminais. Os coletes e armas serão todos destinados para o efetivo da PM na capital e interior do Estado.

Vereadora eleita com um voto assume o cargo

Por aproximadamente quatro meses, a Câmara Municipal de Dracena, no interior de São Paulo, terá uma vereadora que obteve ‘apenas um voto’ na eleição de 2012, e que nem foi o dela própria. A estudante de educação física, Alyne Zolin, 24 anos, garante que ninguém da família votou nela. “Meus pais são de outra cidade, eles estavam morando em Dracena na época, mas não tinham transferido o título de eleitor ainda, então não puderam votar em mim”, diz. Alyne conta que não estava na cidade no dia da eleição, e, por isso, também não votou.

Ela foi a menos votada entre os 109 candidatos que disputavam uma vaga na Câmara de Vereadores de Dracena.“Foi um susto, mas ao mesmo tempo fiquei feliz. Deus está me dando uma segunda chance de fazer o que não pôde ser feito no passado, não sei quem votou em mim, mas vou fazer valer a pena”, comenta.

Alyne é filiada ao PSD e é a sexta suplente do vereador Rodrigo Castilho (PSDB). Ele teve o mandato cassado por infidelidade partidária, pois foi eleito pelo PSD e decidiu mudar de partido fora do prazo determinado pela justiça. No entanto, embora existam candidatos mais votados na cidade, a cadeira deve ser preenchida por suplente da mesma legenda do vereador cassado. O parlamentar recorreu da decisão e aguarda julgamento.