31 de outubro de 2016

Natal é a capital mais violenta do Brasil, com 78 mortes por 100 mil habitantes, diz Fórum

Todos os dias, 42 brasileiros são assassinados nas capitais brasileiras. Em 2015, essas cidades registraram 15,2 mil mortes por crimes violentos intencionais — o que representa 26% do total de assassinatos em todo o país. Os dados fazem parte do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que será divulgado na íntegra no dia 3 de novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O relatório leva em conta a soma das vítimas de homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, latrocínio (roubo seguido de morte) e mortes ocorridas durante operações policiais. A capital mais violenta do país é Natal, no Rio Grande do Norte, que teve, no ano passado, 78,4 assassinatos por 100 mil habitantes — um crescimento de 97% em relação a 2014, quando ocorreram 39,8 mortes/100 mil habitantes. Esse foi o maior aumento entre capitais de 2014 para 2015. A elevação fez com que o município pulasse da 13ª posição no ranking em 2014 para a liderança em 2015.

Segundo a diretora-executiva do FBSP, Samira Bueno, todo o estado do Rio Grande do Norte melhorou o sistema de registro das informações de assassinatos, o que pode ter contribuído para o aumento das estatísticas na região. De acordo com o levantamento, a segunda capital mais violenta é Fortaleza, no Ceará, que em 2014 estava no topo da lista. No ano passado, ocorreram 63,7 assassinatos por cada 100 mil habitantes na cidade. No entanto, esse valor é 17,6% menor que o de 2014.

A capital do Ceará foi também a que teve o maior número absoluto de mortes em 2015: 1.651 foram vítimas de crimes violentos intencionais na cidade. Se considerados apenas valores absolutos, o município de São Paulo aparece em terceiro no ranking, com 1.255 mortes, atrás de Fortaleza e Salvador. No entanto, comparando esse valor com o tamanho da população, a capital paulista apresenta um índice de 19,4 assassinatos por cada 100 mil habitantes, ocupando a última posição.

Veja o ranking das capitais mais violentas do Brasil aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário