21 de fevereiro de 2017

Caminhões-pipa vão abastecer 65 municípios atingidos pela seca no RN

Carros-pipa são usados para levar água para as residências de Antônio Martins, RN (Foto: Anderson Barbosa/G1)Carros-pipa levam água para as casas de Antônio Martins, no Oeste do RN (Foto: Anderson Barbosa/G1)
O Ministério da Integração Nacional liberou mais de R$ 9,4 milhões para socorrer as pessoas que moram em regiões atingidas pela seca no Rio Grande do Norte. Os recursos são destinados à contratação de caminhões-pipa para abastecer 65 municípios. No estado, 153 cidades estão em situação de emergência e 94 tiveram o abastecimento cortado ou adotaram sistemas de rodízio para economizar água.
Esta é a segunda parcela do auxílio emergencial garantido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec). Desde o início do mês, R$ 12,7 milhões de recursos federais foram destinados à Operação Carro-Pipa, do governo estadual. De acordo com o Ministério, uma empresa também será contratada para monitorar o caminho feito pelos caminhões na captação e distribuição de água.
Os municípios contemplados pela medida são: Alexandria, Almino Afonso, Antônio Martins, Campo Grande, Cruzeta, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Janduís, João Dias, Luís Gomes, Marcelino Vieira, Martins, Messias Targino, Paraná, Paraú, Patu, Pilões, Rafael Fernandes, São Miguel, Serrinha dos Pintos, Tenente Ananias, Triunfo Potiguar, Acari, Cerro Corá, Equador, Espírito Santo, Ipueira, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Jucurutu, Ouro Branco, Passagem, Santana do Matos, Santana do Seridó, Santo Antônio, São Fernando, São José do Seridó, Timbaúba dos Batistas, Várzea, Água Nova, Alto do Rodrigues, Angicos, Bodó, Caiçara do Norte, Carnaubais, Coronel João Pessoa, Currais Novos, Doutor Severiano, Fernando Pedroza, Florânia, Guamaré, Jardim de Angicos, Lagoa Nova, Lajes, Macau, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pendências, Riacho de Santana, Riachuelo, São João do Sabugi, São Rafael, São Vicente, Tenente Laurentino Cruz e Venha-Ver.

Seca histórica
O Rio Grande do Norte passa atualmente pela pior seca dos últimos 100 anos. De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do estado (Caern), o abastecimento foi cortado em 18 cidades. Em outras 76, sistemas de rodízio foram adotados para economizar água. A previsão de meteorologistas é de que deve chover normalmente nos próximos meses. Segundo o especialista Gilmar Bristot, a chuva “não será suficiente para encher os grandes reservatórios, mas garante uma boa recarga de água nas pequenas bacias”.
Expedição
Para ver de perto os efeitos da estiagem no interior potiguar, equipes do G1 e da Inter TV Cabugi percorreram 1.400 quilômetros durante cinco dias em setembro do ano passado. Apenas 14 cidades estavam em colapso de abastecimento na época.
Ao todo, foram visitadas 19 cidades nas regiões Seridó e Oeste do estado – áreas que mais sofrem com a escassez. Nossa equipe de reportagem percorreu as cidades de Acari, Antônio Martins, Carnaúba dos Dantas, Currais Novos, João Dias, Luís Gomes, Paraná, Pilões, Riacho de Santana, São Miguel, Tenente Ananias, Apodi, Caicó, Itajá, Jucurutu, Lucrécia, Parelhas, Pau dos Ferros e São Rafael.
Além das reportagens especiais que podem ser conferidas no menu ao lado, uma galeria de fotos foi criada a partir dos registros feitos durante a expedição. Confira as fotos clicando AQUI.
G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário