29 de julho de 2017

Megaoperação no RS transfere presos para Penitenciária Federal de Mossoró

Sob forte esquema de segurança, 27 presos são transferidos de duas penitenciárias de Charqueadas Detentos são da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC) e da Penitenciária Modulada de Estadual de Charqueadas. Destino deles são presídios federais RO, RN e MS. Sob forte esquema de segurança, 27 foram transferidos da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC) e da Penitenciária Modulada de Estadual de Charqueadas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, em operação realizada desde o começo da manhã desta sexta-feira (28). 

Os presos serão levados para presídios federais em Porto Velho, em Rondônia; Mossoró, no Rio Grande do Norte e em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Juntos, os 27 apenados somam 1,2 mil anos de pena. Ao todo mais de 3 mil policiais participaram da operação, conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP). Entre os presos está José Carlos dos Santos, o Seco, um dos principais assaltantes de bancos e carros-fortes no Rio Grande do Sul. 

Ele estava na penitenciária desde 2006 e foi condenado a 205 anos de prisão. Também foram transferidos presos que participaram da escavação de um túnel em direção à Cadeia Pública de Porto Alegre, novo nome do Presídio Central, que poderia gerar a maior fuga da penitenciária. Planejamento de 4 meses, afirma secretário O titular da SSP, Cezar Schirmer, observou que o planejamento da operação começou ainda em março e que os presos foram “criteriosamente selecionados a partir de uma estratégia bem definida”. Salientou que a transferência de presos é a maior operação de enfrentamento do crime organizado no Rio Grande do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário